Archive for the 'Falando sério' Category

22
abr
09

Domingos e a Catimba…

O que leva um jogador a ficar em campo por apenas 5 minutos, com seu time ganhando, numa semi-final de campeonato paulista??

Claramente Domingos, jogador do Santos, entrou em campo pra desestabilizar Diego Souza. E conseguiu…
Mas qual o resultado prático disso? O jogo já estava acabando, o Santos com a vaga na final na mão. E com méritos, pois demonstrou mais vontade e competência nos dois jogos.

O zagueiro conseguiu arrumar uma bela confusão e tomará no máximo 3 jogos de suspensão (citado no artigo 255 por ato desleal). Fez tudo errado: enervou o adversário, simulou uma agressão, etc… Agora, pergunta se ele jogou futebol??

Esse tipo de CATIMBA que deve ser condenada. Só faz mal pro futebol…

E Diego Souza, que também está errado, pode pegar mais de 3 anos de suspensão, citado em 3 artigos diferentes: 255 (ato de hostilidade), 253 (praticar agressão física) e 274 (invadir local destinado à partida ou nele ingressar sem a necessária autorização).

Baseado no princípio que toda causa tem sua consequência, na minha opinião, a pena deveria ser invertida…

Anúncios
10
mar
09

Uma opinião diferente

Meio de semana, na estréia do Ronaldo contra o Itumbiara, a opinião unânime da imprensa e dos fãs do esporte é que foi uma estréia “deprimente”, parecia um “ex-jogador, totalmente fora de forma”. Aí, 3 dias depois, em meia hora de jogo, ele chuta – um chute belíssimo, diga-se de passagem – uma bola na trave e faz um gol de cabeça, num escanteio, com uma generosa colaboração de uma saída errada do goleiro Bruno e da falha de marcação do Marcão.

E pronto.

Mas como assim pronto?

Quer dizer que basta um gol de cabeça num escanteio de um “ex-jogador deprimente e fora de forma” para fazer renascer o ‘Fenômeno’????

Ou ainda: “O Fenômeno voltou!”????? Seleção????

Menos, gente. Menos.

Eu não questiono a genialidade do Fenômeno. Sou fã e torço pelo êxito do jogador. Mas o que ele fez no jogo ontem não foi nada demais. É o que se espera de qualquer atacante que entrasse no segundo tempo, numa partida em que o time está perdendo por 1 x 0.

O que eu quero dizer é que eu já vi – e provavelmente você também – mais de uma dezena de atacantes que entraram no segundo tempo e viraram (viraram, não empataram) um jogo que estava 1 x 0. E nem por isso foram exaltados dessa forma.

Pelo barulho (merecido) todo que o Corinthians e a imprensa fizeram e por tudo o que ele representa, ainda falta muuuuuuuito para o Fenômeno começar a renascer.

E, pra fazer justiça a quem vai ser esquecido de agora pra frente, quem botou fogo no jogo foi a entrada do Dentinho, que entrou poucos minutos antes do “Dentão”, e criou várias jogadas pelo lado esquerdo, conseguindo cavar inclusive 2 amarelos para jogadores do Palmeiras.

03
mar
09

Essa notícia merece uma placa

placa

20
fev
09

Mais um aviso

Mais um aviso

17
fev
09

Aviso no metrô

metro1

07
dez
08

Caso Tardelli

O mínimo que se espera é um esclarecimento. Não dá para ‘deixar pra lá’ como nos acontecimentos do passado, como no do spray de pimenta no Parque Antártica, por exemplo.

A menos que a CBF não ache sério a troca do árbitro na véspera do jogo final do Brasileirão. Se for assim, nunca mais poderão torcer o nariz quando disserem que o campeonato tem manipulação.

29
out
08

O dilema do ‘Deus’ virar mortal

Eu não vou aqui ser tomado por nenhuma brasileirite aguda, nem me fazer valer de que todo texto brasileiro que consta Maradona, remete ao chavão comparativo do ‘quem é melhor’ que já estamos cansados de ver. O que eu quero dizer aqui, categoricamente, é que Maradona errou ao assumir a seleção argentina. E vou mostrar porque.

Ele é o maior ídolo do futebol do seu país. Na verdade, ele é o maior ídolo do seu país. Já provou ao mundo inteiro sua genialidade e seu talento. E é isso o que o tornou Maradona: Genial, inquestionável (pelo menos para os argentinos – apesar de todas as suas condutas). Um “Deus”.

Sendo bastante simplista e indo direto ao ponto, imagine uma única cena: Digamos que ocorra um ‘acidente de percurso’ (que embora bastante improvável, mas você sabe, acidentes acontecem…) e a Argentina fique fora da Copa do Mundo.

Imaginou? Então entendeu meu ponto…

Vale mesmo a pena correr o risco de deixar de ser “O” Maradona?

Fato é que, independente da ocorrência do ‘acidente de percurso’, ao assumir a seleção, ele abre mão da imortalidade que os gênios, como ele, tiveram.




Seja bem-vindo ao CATIMBA

c3.jpg

Você está acessando o blog do Catimba. Agora, com nova formatação. Tudo bem dividido pra facilitar a sua navegação. Ainda estamos adequando os últimos detalhes e pedimos desculpa pelos pequenos transtornos.

Em Home, o Catimba que você já conhece.

Na Mesma Linha é uma seção pra mostrar que a regra nem sempre é clara como dizem.

2 ou 3 Linhas é uma seção com pequenas notinhas, comentários e palpites.

Nas 4 Liinhas, o papo é sobre táticas, técnicas e estratégias

Gandula é a sua seção! Ela é feita exclusivamente por você. Participe escrevendo, sugerindo e elogiando. Na ordem que quiser!

Catimbeiros fala um pouco de cada um dos responsáveis por essa tremenda CATIMBA. Saiba um pouco mais sobre nós.

Aproveite e participe!

Abraços, moçada do Catimba.

Público Pagante

  • 312,427 catimbeiros