Archive for the 'Finalmente' Category

05
mar
09

E o Ronaldo jogou… Ou não…

Ronaldo entrou em campo, finalmente…

Mas quem viu o jogo, até ficou feliz pelo cara ter voltado. E quando falo “o cara”, falo com a boca cheia.
Ronaldo pra mim é o CARA… Joga muito…

Mas ontem ele entrou pra fazer número. Não conseguia correr, acompanhar jogadas, dar arrancadas, etc…
Ainda falta muito pra voltar a jogar competitivamente… Jogar como jogava é quase impossível.

Acho que nesse Paulistão ele só vai ganhar ritmo e segurança pra ver se consegue voltar a jogar.
Fica aqui a nossa torcida… Mesmo ele estando no Corinthians!!

14
maio
08

Analise tática dos comentaristas – Sportv

Comentarista esportivo de televisão. Tem profissão mais desqualificada do que essa? Quem já jogou uma única pelada na vida, sabe como eles só falam bobagens. Pior ainda os que viraram porta-vozes de seus times. Esses, meu amigo, só trocando de canal…

O CATIMBA começa agora um post especial. Se eles falam dos jogadores, treinadores, dirigentes e até dos laudos médicos dos departamentos médicos dos clubes (!!!!), nós vamos falar deles. Isso mesmo. Vamos comentar sobre como vem atuando cada membro da equipe esportiva dos canais de tv.

E começamos pelo Sportv:

Renato Maurício Prado: Esse é o pior dos piores. Acha que é ‘craque’, por ser torcedor/porta-voz/puxa-saco de um grande time. Mas na verdade é um coitado. Só fala as bobagens que fala por estar na tv. Se falasse no buteco da esquina, sairia linchado.

Roberto Assaf: Tinha o posto que agora é ocupado pelo Renato Maurício Prado. Era tão imbecilmente flamenguista que perdia a linha e a noção. As vezes dava a impressão que estava numa reunião de torcida organizada do Flamengo. Tomou uma geladeira, claro. E foi voltando aos poucos, um pouco mais contido, mas ainda muito ruim.

Júnior: como jogador, da seleção e do Flamengo, foi brilhante. Como sambista razoável pra péssimo. E como comentarista, continua descendo essa escala. Ninguém avisou a ele que ele está no Sportv e não na FlaTv…

Telmo Zanini: Também conhecido como ‘pai do Fabiano’. Ele é como uma samambaia na sala de espera de um consultório. Ele tá ali. Tem uma função ali. Mas se tirar ele dalí, ninguém nota. Nem ele, de tão lerdo que é.

Lédio Carmona: Começou bem na tv, falava até coisas com algum sentido. Mas tem falado cada uma que o torna sério candidato ao posto de pior comentarista da tv de 2008. É lastimável comentando. Adjetivo aplicado a quase todos, inclusive.

Alberto Helena Jr.: Esse é o retrato da decadência televisiva. Teve um passado de glória no jornalismo e só. Na tv, como comentarista esportivo, é o avesso do que foi no jornalismo escrito.

Falcão: Sabe quando todo mundo fala da postura do Falcão jogando no meio-campo: elegante? Pois bem, essa postura ainda mantém sentado na cadeira do programa de tv. Talvez esse seja o único comentário possível a seu respeito. Aliás, devia ficar ali, com essa postura, mas quieto. O programa inteiro. Teria muito mais destaque.

Caio: Taí alguém que está mandando bem nos comentários. Sabe o que falar, como falar e em que hora falar. Pra mim, a mais grata surpresa entre os comentaristas esportivos.

Muller: Começou mal e está melhorando. As vezes fala aquelas coisas óbvias, que todo mundo sabe, menos quem está no programa de tv. Mas que fazem falta serem ditas. Se souber aproveitar bem os espaços, tende a ganhar a posição…

João Carlos Assumpção: Quem é João Carlos Assumpção? Aquele que tem um ovo cozido entalado dentro da boca. Será que o chefe dele não pode dar ultimato a ele: ou uma fonoaudióloga todos os dias ou rua?!? Se bem que nem fono ajudaria… Pelas idiotices que fala na tv…

Luis Carlos Júnior: Outro representante de torcida organizada. A única pessoa que conseguiu estar mais na tv do que aquele Pastor que entrou pro Guinness por isso. É cansativo e chato. Falta carisma. Seu único talento foi ter casado com a nova reporter bonita do sportv, que agora eu não lembro o nome dela.

André Loffredo: Sem preconceito, só uma constatação – parece uma estátua de um gay num museu de cera. Devia estar apresentando um programa sobre maquiagem masculina no GNT. Sempre que abre a boca, não acrescenta nada.

Marco Antonio Rodrigues: Esse é estereótipo do comentarista esportivo brasileiro. Fala conforme o ritmo natural das coisas. Se o time tá bem, ele fala que o time tá jogando bem. Se tem 6 jogadores no departamento médico, ele diz que muitos jogadores estão se contundindo no time. Nunca acrescenta nada. E só vai na onda. Devia estar num programa de surf, então…

Paulo Cesar Vasconcellos: Também conhecido como Cascão. É editor-chefe do Sportv e quase ninguém sabe disso. Ele não tem atitude, carisma, bom senso. Aliás, no o dia que distribuiram carisma, ele devia estar dormindo ou viajando.

Sérgio Noronha: É o panguá da televisão. Vem da linhagem da tartaruga ninja, mas sem o mesmo QI. Já dormiu ao vivo. Já trocou nome de time. Só não fez um comentário esportivo pertinente ainda.

Victorino Chermont: A aposta que um repórter tem que ser regionalista e bairrista.

Carlos Cereto: A outra aposta que um repórter tem que ser regionalista e bairrista.

Marcelo Barreto: Sósia de Renato Aragão, deve estar no Sportv, por ser amigo do Luis Carlos Júnior. Mas até que não manda tão mal, em comparação a “altíssima” qualidade dos outros que trabalham por lá…

Milton Leite: Pra muitos, o melhor narrador esportivo da atualidade no Brasil. Só precisa ser menos polêmico em suas participações nos programas do Sportv. Tem umas tiradas engraçadas diante de lances bisonhos do jogo.

Maurício Noriega: “Paulista” demais em seus comentários, integra a leva dos poucos comentaristas bons do canal de tv. Faz uma parceria muito boa em transmissões com o Milton Leite.

André Rizek: Suas participações são “apaulistadas” demais, mas manda bem no que diz. Se opõe às imbecilidades proferidas pela maioria, sem necessariamente ter uma postura polêmica. Argumenta com inteligência, o que é raro por ali…

Cléber Machado: Manda bem apresentando o Arena, como manda bem narrando um jogo. Se abrir o olho e tiver um pouco de visão ao longe, será o substituto natural de Galvão Bueno na narração oficial da Globo.

Luis Roberto: Narra bem e consegue deixar o Bem Amigos mais simpático, quando está apresentando na ausência de Galvão Bueno. É articulado e inteligente para colocar suas opiniões, sempre levando em conta e respeitando as opiniões dos demais.

Décio Lopes: Tem em suas mãos o melhor programa do Sportv. Se aventurou a abordar um lado do futebol que causa tanto interesse quando a partida em si, mas de uma forma sempre agradável.

Alex Escobar: Descontraído e divertido na medida certa, trafega pela maioria dos esportes e situações com notada competência. Comenta bem, fala bem, articula bem.

Vanessa Riche: O destaque positivo do canal. Tem beleza, simpatia, carisma e entende do que faz. Não fala muito sobre o que não sabe e fala o suficiente sobre o que sabe.

16
out
07

Catimba-data ( parte 1 )

Desde a eleição para presidente em 1989, todo mundo sabe que pesquisa no Brasil é manipulada. Quem não se lembra de Leonel Brizola denunciando a farça naquele pleito.

No futebol é a mesma coisa. adoram eleger clubes inexpressivos como os mais queridos do Brasil. Verdadeiros museus do esporte, mortos vivos, com torcida milhonária.

O Catimba-data fez sua pesquisa e cravou resultado divergente de todos os outros institutos brasileiros. Por ser independente, este resultado desmascara os mentirosos do Brasil. Eis os números:

Galo33%

Cruzeiro33%

Palmeiras33%

1% não respondeu, não opinou, torce pro Brasil ou pro São Caetano.

31
ago
07

Justiça seja feita…

A Fifa não concordou com a decisão do STJD a respeito da absolvição de Dodô, acusado de doping e entrou com um rescurso no Tribunal Arbitral do Esporte, na Suiça. Por qual motivo? Escolha uma opção:

1 – Pelo fato de que todo mundo que é pego no doping sempre tem uma ‘justificativa’.
2 – Pelo fato de que o STJD é quase uma mesa de uma choperia carioca.
3 – Pelo fato de que Dodô foi condenado no primeiro julgamento por unanimidade. E no segundo, foi absolvido por 5 votos a 3, sendo que 2 conselheiros do Botafogo votaram(!).
4 – Pelo fato do Ibope, empresa do presidente do Botafogo, não ter nenhuma influência (principalmente contra uma pequena farmácia de manipulação) na Suiça.
5 – Pelo fato de que a CBF não aceita o uso de medicamentos manipulados.
6 – Pelo fato de que todo mundo sabe como é a punibilidade no Brasil…
7 – Todas as opções acima e tantas outras…

Eu fico com a 7, lógico!




Seja bem-vindo ao CATIMBA

c3.jpg

Você está acessando o blog do Catimba. Agora, com nova formatação. Tudo bem dividido pra facilitar a sua navegação. Ainda estamos adequando os últimos detalhes e pedimos desculpa pelos pequenos transtornos.

Em Home, o Catimba que você já conhece.

Na Mesma Linha é uma seção pra mostrar que a regra nem sempre é clara como dizem.

2 ou 3 Linhas é uma seção com pequenas notinhas, comentários e palpites.

Nas 4 Liinhas, o papo é sobre táticas, técnicas e estratégias

Gandula é a sua seção! Ela é feita exclusivamente por você. Participe escrevendo, sugerindo e elogiando. Na ordem que quiser!

Catimbeiros fala um pouco de cada um dos responsáveis por essa tremenda CATIMBA. Saiba um pouco mais sobre nós.

Aproveite e participe!

Abraços, moçada do Catimba.

Público Pagante

  • 312,273 catimbeiros